Arquivo de tag bateria

Ligação direta, a famosa ‘chupeta’, não faz mal ao carro

Ligação direta, a famosa ‘chupeta’, não faz mal ao carro

 Fonte: Estadão

PERGUNTA DO LEITOR
Gostaria de saber como se faz ligação direta, a famosa “chupeta”, para o caso de algum dia a bateria do meu carro “arriar”. Essa prática pode estragar o veículo e/ou a bateria?
BETINA DONIZETE,
Por e-mail

RESPOSTA

A “chupeta” não causa problemas ao carro ou à bateria, segundo o diretor executivo da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA), Milton Monteiro.

Ele afirma que é preciso cuidado para não prejudicar o veículo que fornecerá a carga e dá duas recomendações: prestar atenção aos polos da bateria para não errar a conexão e manter o motor do carro “doador” ligado e, de preferência, acelerado antes de dar a partida no modelo que receberá a carga.

Quanto ao procedimento, não há mistério. Basta dispor de outro veículo ou de uma bateria carregada com a mesma amperagem da instalada no modelo que sofreu pane, além de cabos para fazer a conexão – se possível, de cores diferentes, como vermelha e preta. O vermelho deve ser conectado ao polo positivo da bateria carregada.

Em seguida, a outra extremidade deve ser plugada no polo positivo da bateria que precisa de carga. Só depois de fazer isso o cabo preto deve ter uma extremidades ligada ao polo negativo da bateria carregada e a outra ponta conectada no polo negativo da bateria arriada.

Feito isso, dê a partida no carro que cederá a carga. Passados alguns minutos, acione o motor do que está com defeito. Se o problema for falta de carga, o motor do carro defeituoso deverá dar partida após algumas tentativas. Após a aceleração se estabilizar, desconecte os cabos e, se possível, rode alguns quilômetros ou deixe o veículo ligado por cerca de cinco minutos.

Para que o motorista não fique na mão, Monteiro recomenda levar o carro a um eletricista para descobrir o que ocasionou a descarga da bateria. Entre as causas mais comuns de pane estão esquecimento de componentes ligados, como as luzes. Mas pode ser sinal de que está na hora de trocar a bateria.

Quem Somos: Corretora de Seguros, Fundada em 1996 na zona norte da cidade de São Paulo, SP; desde então, prestando serviços de qualidade em corretagem de seguros gerais; seguro automóvel, seguro para condomínio, seguro saúde e planos de assistência médica familiar, individual e empresarial, seguro residencial, seguro aluguel.(fiança locatícia), seguro para carro, transportes, vida, seguros para carros nacionais e importados e seguros de automóveis para todos os tipos de veículos: caminhão, táxi, automóveis blindados e carros adaptados para portadores de deficiência física, guinchos, SUV e outros. Temos um seguro ideal para sua necessidade; representamos as maiores seguradoras do Brasil e do mundo: Porto Seguro, Azul seguros, Itaú seguros de auto e residência, Chubb, HDI seguros, Marítima, Generali, Liberty, Allianz, Allianz, Tókio Marine, Mitsui Sumitomo, Mapfre BB Banco do Brasil, Sulamérica, Zurich seguros, Bradesco e outras.

SÃO MILHARES DE CLIENTES POR TODO O BRASIL. JUNTE-SE A NÓS!

SÃO MILHARES DE CLIENTES POR TODO O BRASIL. JUNTE-SE A NÓS!

é totalmente informatizada e ligada online com todas as Seguradoras que trabalhamos. Umas das corretoras de seguros pioneiras em seguros online, oferecendo deste a cotação de seguros online à contratação, empresa líder em acessos na internet. Além disso, para sua maior comodidade e segurança, contamos com um Departamento Técnico composto de profissionais gabaritados e reconhecidos, aliado ao dinamismo no atendimento a clientes, totalmente aptos a fornecer soluções técnicas e eficazes para a contratação do seu seguro auto e seguros gerais.

Destacamos pela excelência e qualidade de atuação em produtos e serviços da Corretora de Seguros em são Paulo SP. Estamos aptos a oferecer ampla gama de produtos desenvolvidos para garantir que você, sua família e sua empresa tenham tranquilidade e segurança na contratação de seguros. Sendo capaz de atendê-lo de forma personalizada, pronto para solucionar qualquer dúvida e indicar o seguro mais adequado e com melhor custo-benefício do mercado.

Os nossos segurados tem vantagens e benefícios especiais que garantem agilidade e facilidade na hora de contratar um seguro, além de atendimento de qualidade. Somos a corretora de seguros responável pelo convênio Porto Seguro seguros e COMAER Comando da Aeronáutica – “FAB força aérea brasileira”; oferecendo condições especiais e descontos aos militares de todo o Brasil e aos seus dependentes legais, na contratação de seguro automóvel através da Porto Seguro Auto. Também somos referência na elaboração de orçamentos de seguro automóvel para o Jornal do Carro, encarte semanal do Jornal O Estado de São Paulo S/A.

Ligação direta, a famosa 'chupeta', não faz mal ao carro

Ligação direta, a famosa ‘chupeta’, não faz mal ao carro

 Fonte: Estadão

PERGUNTA DO LEITOR
Gostaria de saber como se faz ligação direta, a famosa “chupeta”, para o caso de algum dia a bateria do meu carro “arriar”. Essa prática pode estragar o veículo e/ou a bateria?
BETINA DONIZETE,
Por e-mail

RESPOSTA

A “chupeta” não causa problemas ao carro ou à bateria, segundo o diretor executivo da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA), Milton Monteiro.

Ele afirma que é preciso cuidado para não prejudicar o veículo que fornecerá a carga e dá duas recomendações: prestar atenção aos polos da bateria para não errar a conexão e manter o motor do carro “doador” ligado e, de preferência, acelerado antes de dar a partida no modelo que receberá a carga.

Quanto ao procedimento, não há mistério. Basta dispor de outro veículo ou de uma bateria carregada com a mesma amperagem da instalada no modelo que sofreu pane, além de cabos para fazer a conexão – se possível, de cores diferentes, como vermelha e preta. O vermelho deve ser conectado ao polo positivo da bateria carregada.

Em seguida, a outra extremidade deve ser plugada no polo positivo da bateria que precisa de carga. Só depois de fazer isso o cabo preto deve ter uma extremidades ligada ao polo negativo da bateria carregada e a outra ponta conectada no polo negativo da bateria arriada.

Feito isso, dê a partida no carro que cederá a carga. Passados alguns minutos, acione o motor do que está com defeito. Se o problema for falta de carga, o motor do carro defeituoso deverá dar partida após algumas tentativas. Após a aceleração se estabilizar, desconecte os cabos e, se possível, rode alguns quilômetros ou deixe o veículo ligado por cerca de cinco minutos.

Para que o motorista não fique na mão, Monteiro recomenda levar o carro a um eletricista para descobrir o que ocasionou a descarga da bateria. Entre as causas mais comuns de pane estão esquecimento de componentes ligados, como as luzes. Mas pode ser sinal de que está na hora de trocar a bateria.

Quem Somos: Corretora de Seguros, Fundada em 1996 na zona norte da cidade de São Paulo, SP; desde então, prestando serviços de qualidade em corretagem de seguros gerais; seguro automóvel, seguro para condomínio, seguro saúde e planos de assistência médica familiar, individual e empresarial, seguro residencial, seguro aluguel.(fiança locatícia), seguro para carro, transportes, vida, seguros para carros nacionais e importados e seguros de automóveis para todos os tipos de veículos: caminhão, táxi, automóveis blindados e carros adaptados para portadores de deficiência física, guinchos, SUV e outros. Temos um seguro ideal para sua necessidade; representamos as maiores seguradoras do Brasil e do mundo: Porto Seguro, Azul seguros, Itaú seguros de auto e residência, Chubb, HDI seguros, Marítima, Generali, Liberty, Allianz, Allianz, Tókio Marine, Mitsui Sumitomo, Mapfre BB Banco do Brasil, Sulamérica, Zurich seguros, Bradesco e outras.

SÃO MILHARES DE CLIENTES POR TODO O BRASIL. JUNTE-SE A NÓS!

SÃO MILHARES DE CLIENTES POR TODO O BRASIL. JUNTE-SE A NÓS!

é totalmente informatizada e ligada online com todas as Seguradoras que trabalhamos. Umas das corretoras de seguros pioneiras em seguros online, oferecendo deste a cotação de seguros online à contratação, empresa líder em acessos na internet. Além disso, para sua maior comodidade e segurança, contamos com um Departamento Técnico composto de profissionais gabaritados e reconhecidos, aliado ao dinamismo no atendimento a clientes, totalmente aptos a fornecer soluções técnicas e eficazes para a contratação do seu seguro auto e seguros gerais.

Destacamos pela excelência e qualidade de atuação em produtos e serviços da Corretora de Seguros em são Paulo SP. Estamos aptos a oferecer ampla gama de produtos desenvolvidos para garantir que você, sua família e sua empresa tenham tranquilidade e segurança na contratação de seguros. Sendo capaz de atendê-lo de forma personalizada, pronto para solucionar qualquer dúvida e indicar o seguro mais adequado e com melhor custo-benefício do mercado.

Os nossos segurados tem vantagens e benefícios especiais que garantem agilidade e facilidade na hora de contratar um seguro, além de atendimento de qualidade. Somos a corretora de seguros responável pelo convênio Porto Seguro seguros e COMAER Comando da Aeronáutica – “FAB força aérea brasileira”; oferecendo condições especiais e descontos aos militares de todo o Brasil e aos seus dependentes legais, na contratação de seguro automóvel através da Porto Seguro Auto. Também somos referência na elaboração de orçamentos de seguro automóvel para o Jornal do Carro, encarte semanal do Jornal O Estado de São Paulo S/A.

Saiba o que fazer quando a bateria do carro arriar

Saiba o que fazer quando a bateria do carro arriar. Solução mais comum é a utilização de cabos para ‘chupeta’.
Dica principal é nunca inverter os pólos negativo e positivo.

Ricardo Lopes da Fonseca Especial para o G1

 

Ampliar FotoFoto: Divulgação

Cabos utilizados para fazer a ligação entre baterias (Foto: Divulgação)

A cena não é rara. Você acorda atrasado e quando vai dar a partida o motor do carro não funciona. Após insistir algumas vezes, nada. Observa daqui, dali e a conclusão é que a bateria arriou. Bem, você já ouviu falar na ligação direta entre baterias comumente chamada de “chupeta”, que é uma solução para os casos de bateria descarregada? Até então tudo bem, mas você sabe como executar esse serviço sem correr o risco de danificar seriamente a parte elétrica do veículo?
Pode ficar despreocupado, que esse tipo de procedimento não é prejudicial ao carro nem a você, porém, desde que tomados os devidos cuidados para evitar até mesmo um acidente de maiores proporções. Abaixo listamos todos os cuidados a serem tomados nessa situação de emergência.

Em primeiro lugar é preciso providenciar os cabos adequados. Geralmente são confeccionados em duas cores, um vermelho e outro preto. Nem tente imaginar a possibilidade de fazer esse procedimento com fios domésticos, pois podem provocar acidentes graves. Também é importante que os cabos estejam em boas condições. Normalmente o zelador do prédio ou mesmo na portaria dos edifícios existe um cabo desses. Mas fique atento, verifique se não há emendas nem partes descascadas.
De posse do cabo é preciso uma bateria auxiliar, que pode ser outro carro. O ideal é que a amperagem de ambas as baterias sejam iguais, pois capacidades diferentes podem provocar danos ao sistema elétrico de um ou mesmo de ambos os veículos durante o processo de transferência de carga. Caso não seja possível, a bateria auxiliar deve então ter a maior amperagem. Na condição de se utilizar a bateria instalada em outro carro é importante que as carrocerias não se toquem. Desligue tudo que consome energia nos dois veículos, luzes internas, ar-condicionado, som, etc. Se estiver na rua não deixe de sinalizar e, nesse caso, o carro com a bateria auxiliar deverá estar com o pisca-alerta ligado.

Acione o freio de mão e se estiver em aclive ou declive utilize calços para assegurar que os carros não irão se mover. Se um ou ambos automóveis tiverem cambio automático coloque a alavanca de marchas na posição P (parking). Verifique antes onde se encontram os pólos positivos de cada bateria. Normalmente são aqueles cobertos por uma capa.
Mantenha o veículo com a bateria auxiliar em funcionamento. Se for o caso de uma bateria auxiliar fora do automóvel, certifique apenas que ela esteja carregada. Comece ligando os pólos positivos. Utilize o cabo de cor vermelha, é um padrão estabelecido. Conecte o cabo primeiramente ao pólo positivo da bateria auxiliar, depois ao pólo positivo da bateria descarregada. Tome todo o cuidado para o cabo não encostar em nada, principalmente no pólo negativo.

Em seguida, faça a conexão dos pólos negativos, começando pela bateria auxiliar. Agora utilize o cabo de cor preta. Como citado anteriormente é um padrão, por isso vale a pena seguir essa regra, já que quando for repetir esse procedimento dificilmente vai errar os pólos e cometer um acidente.
Depois de conectar os cabos corretamente dê a partida no veiculo com a bateria descarregada. Se funcionar, ótimo, a bateria descarregou mesmo. Se não conseguir após algumas tentativas, não insista. Quatro ou cinco tentativas é o suficiente. Nesse caso só resto levar o automóvel ao mecânico. Após o funcionamento ou algumas tentativas desconecte os cabos, agora na seqüência inversa, ou seja, comece pelo cabo ligado aos pólos negativos.
Com o carro em funcionamento não será preciso aguardar até que a bateria carregue. Já é possível colocá-lo em movimento logo em seguida. Caso você não saia de imediato é preciso aguardar em torno de 10 a 15 minutos para que a bateria carregue totalmente e assim tenha carga suficiente para uma nova partida (caso ela tenha descarregado, mas ainda esteja em boas condições de segurar a carga).
Depois do transtorno é bom investigar a causa da bateria ter descarregado. Em alguns casos ela pode indicar que sua vida útil já está no fim. Em outros, pode ser uma luz interna que ficou ligada por várias horas, um farol aceso por muito tempo, etc. O importante é saber o que aconteceu para não ficar na mão outra vez.

Fonte: G1   

error: Content is protected !!